domingo, 10 de dezembro de 2017

Domingão Nerd: TOP 5 de séries que todo nerd deveria assistir

Por: Ingrid Moreira 


Hoje iremos falar de séries, pois qual nerd não tem pelo menos duas séries na sua lista da netflix para assistir, né? Pois bem, no domingão de hoje irei comentar sobre cinco séries que todo nerd deveria assistir, é claro que existem varias séries maravilhosas como Flash, Breaking Bad, Grey's Anatomy ou Supernatural, mas se fossemos falar de todas elas, acabaríamos presos aqui por horas a fio hahahah. 

Então vamos finalmente as séries?  


A série Game of Thrones se passa principalmente no continente fictício de Westeros, no qual fica o tão desejado Trono de Ferro onde apenas o Rei de todas as sete províncias do reino tem poder absoluto. E se tem um trono que dá muito poder, você já pode esperar por várias disputas e conspirações políticas para conseguir sentar naquele trono! Sem contar tudo que rodeia a série, como o problema com as estações (um verão que pode durar anos), a misteriosa muralha que separa os reinos dos selvagens do norte, além de várias cenas de ação que nos deixa extasiados.


A segunda temporada de Stranger Things saiu recentemente e com uma história que mistura a década de oitenta com o sobrenatural e crianças... Um garoto desaparece e mesmo com os esforços da polícia e da cidade, só descobrem que ronda um mistério envolvendo o governo. Enquanto isso os amigos do garoto começam a investigar o desaparecimento e se envolvem numa aventura paranormal, que possui até experimentos secretos com humanos, além de uma menina com poderes que alega saber onde está o desaparecido. Aqui você encontrará ficção cientifica, aventura, mistérios e aquela pitada de terror, ou seja, uma mistura eletrizante para qualquer nerd!

 


Como não falar de uma série com herói! Arrow irá contar a história de Oliver Queen, um playboy milionário que após um acidente de barco é dado como morto e some por anos, porém durante esse tempo ele passou por vários lugares tendo que sobreviver e aprender a lutar. Quando consegue retornar para Starling City, agora um homem totalmente oposto do que era, resolve por em prática o pedido de seu pai – falecido no acidente em que ele esteve – lutar contra as pessoas que estão acabando com sua cidade. Com uma máscara e seu arco ele irá usar tudo que aprendeu para defender as ruas de terríveis vilões enquanto tenta esconder sua identidade da família e amigos. 


Em The Walking Dead teremos um mundo pós-apocalíptico infestado por zumbis, onde um grupo de sobreviventes terá que lidar com um novo lar, um lugar cheio de mortos-vivos que comem carne humana e que com uma mordida pode contamina-los. Os episódios serão focados na sobrevivência deles, os problemas que terão que enfrentar até mesmo entre si enquanto procuram um abrigo para fugir dos zumbis. 


Quem não viu o filme Desventuras em Série ou não leu um dos livros só tenho uma coisa a dizer: você é uma criança sem infância! Aqui conheceremos os órfãos Baudelaire, três irmãos que possuem habilidades únicas. E após a trágica morte de seus pais, um tanto estranha, as crianças caem nas mãos do conde Olaf, um homem que só está interessado na fortuna deles.  Os episódios irão narrar todos os infortúnios que as crianças passarão na mão do conde e até mesmo quando conseguem sair da guarda dele e ir morar com outros tutores. 

Então galera já deu para perceber que vida de nerd é conhecer vários universos, não é! Hahahah Espero que tenham gostado e até o próximo domingão nerd.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Como parar o tempo

Por: Ingrid Moreira

“O para sempre, disse Emily Dickinson, é composto de agoras. Mas como habitar o agora em que se está? Como impedir os fantasmas de outros agoras de entrar? Como, em resumo, se vive?”
Tom Hazard não é um homem como os outros, ele tem mais de quatrocentos anos mas continua com a aparência de um quarentão; que maravilha, né? Ou talvez não. Pois para um homem que já viveu tanto, a vida pode se tornar cansativa. Devido a essa condição de envelhecer mais devagar que os demais, pessoas como o Tom precisam manter segredo de sua situação para evitar problemas – já que muitos não entenderiam como um ser humano poderia viver tanto tempo assim – e a organização responsável por ajudá-los é chamada de Albatroz.
De oito em oito anos os albas, como são chamados, devem adquirir uma nova identidade e se mudar, para a sociedade em geral não desconfiar de sua aparência, não se esquecendo da maior regra de todas: Não se apaixonar! Pois criar laços, causaria sérios problemas ao passar dos anos. Porém como sabemos que é impossível não se apaixonar pelo menos uma vez em sua vida – e Tom não será a exceção. Mas devido a esse laço ele terá que enfrentar consequências que o perseguirão durante anos.
Já cansado de todas as coisas que vivenciou e a procura de uma pessoa que desapareceu de sua vida, Tom decide voltar a Londres e ser um professor de história. Lá ele conhecerá Camille, e sentimentos irão surgir enquanto tenta resolver suas questões do passado.
“- A história não precisa ganhar vida. Ela já é viva. Nós somos história. A história não são os políticos, reis e rainhas. História é todo mundo. É tudo.”
Em Como parar o tempo vemos que uma vida muito longa, pode não ser tão legal assim como a gente imagina, pois do que adianta seu corpo ter células que demoram a envelhecer se você não pode se fixar em um lugar e formar uma família? Quando pessoas que você ama vão ficando para trás, e você vivencia todos os altos e baixos de uma sociedade apenas como espectador, começamos a perceber através do personagem principal que poderíamos nos tornar amargos e cansados de uma vida como essa.  
“Eu fui pessoas que odiei e pessoas que admirei. Fui divertido e chato e feliz e infinitamente triste. Já estive do lado certo e do errado da história. Para resumir, eu me perdi.”
Como não amar uma história que fala da mortalidade humana? Matt Haig quebra o paradigma de que a sabedoria vem com a idade, onde temos personagens com mais de 400 anos ainda com os mesmos pensamentos, defeitos de personalidades, enquanto temos uma narrativa que mistura o presente com o passado.
Nós viajamos no tempo com Tom, conhecemos personagens históricos e icônicos em seus flashbacks, onde vemos algumas cenas sob um novo ponto de vista, vivenciando a época da caça as bruxas, as guerras, a crise da Peste Negra, além de conhecer Shakespeare, Charles Chaplin, e outros personagens que influenciaram o mundo. Então já posso dizer que para uma pessoa que é apaixonada por história, eu surtei com essa leitura hahahah!
E não se engane achando que o romance é o que predomina neste livro, você encontrará muito mais!!! Fora essa capa que define bem o livro, delicada e bela, a Harper Collins conseguiu nos dá o vislumbre do quão bom será a leitura!

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Clássicos de Quinta: Senhora

Por: Débora Farias e Luanna Muzy





Até onde o amor pode te levar? E a vingança?

O clássico dessa quinta é um dos meus maiores amores antigos da literatura nacional, escrito por José de Alencar, sejam bem-vindos a história de Aurélia, em Senhora.

Ganancia, Vingança e Amor são palavras que definem esse romance

Aurélia Camargo é uma jovem humilde que por intermédio de uma herança deixada por seu avô conquista certa posição na sociedade brasileira. Rodrigo Seixas é um jornalista digamos “esbanjador” que gasta tudo o que possui sem ter nenhuma reserva. A vida desses dois jovens se cruza quando Aurélia é ainda apenas uma moça humilde vilarejo, e é em meio a essa vida que eles se apaixonam e firmam um noivado, um noivado por amor. 

A vida do casal muda quando Seixas troca seu noivado com Aurélia, por um casamento de puro interesse no valor do dote com Adelaide.  Agora imaginem a cara da nossa heroína nessa história? E agora imaginem a minha. Tenso né? Após essa traição, Aurélia jura vingança, o que Fernando não esperava é que seria tão rápido...

Lembram da frase que coloquei no começo desse texto? Até onde o amor pode te levar? E a vingança?  É nesse momento que veremos até onde uma marca no coração, um abandono por dinheiro podem influenciar em um coração de uma jovem apaixonada. 

Senhora é um dos meus romances favoritos, nele é possível visualizarmos a sociedade que na época era regida por interesses vis como um dote. Como uma jovem abandonada pode endurecer seu coração de tal modo que reflita todo seu amor antigo em uma vingança calculista.

Sou apaixonada por Aurélia pela força que ela tem, mas sou encantada por suas fragilidades. O famoso até onde conseguirei suportar e até quando eu vou ficar estática e não me levantar. 

Senhora te mostra que nem todo amor é forte, que nem toda mulher é frágil, que nem toda vingança é pra sempre. Mas ele também mostra que toda a marca vivida é um ensinamento adquirido, que toda dor pode ser transformada em força e que às vezes um coração machucado ensina o verdadeiro valor de se amar.  Se eu indico a leitura? SIM E LOGO!


terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Marley & Eu

Por: Ingrid Moreira 




Como não amar um livro com cachorro? Sou apaixonada por essas coisinhas fofas, barulhentas e que adoram nos enlouquecer. Ao ler a história de um labrador babão, que foi expulso da escola de adestramento e que adora fazer a casa virar um caos, foi amor à primeira vista! Me fazendo dar boas risadas e me encantar com esse livro!
John e Jenny são jornalistas que levam uma vida tranquila após o casamento, porém quando John dá uma planta de presente à esposa e ela não consegue mantê-la viva, Jenny começa a se desesperar, pois se não consegue cuidar de uma planta como será quando tiver filhos? Então ela tem a brilhante ideia de ter um cachorro!
“E agora aqui estava ela, de algum modo fazendo um salto cósmico de lógica, de uma flora morta em um vaso, a uma fauna viva em um anúncio classificado de animais de estimação. Mate uma planta, compre um cachorrinho. Bem, claro, parecia bem lógico.”
Após decidirem comprar um labrador e dar o nome de Marley, o casal se sente feliz e satisfeito com o novo membro da família. Mas eles mal poderiam imaginar que o leal cão poderia ser um animal desordeiro e insano!
Marley & Eu é um livro baseado em fatos reais que irá contar como um animal hiperativo e com medo de tempestades pode mudar a vida de uma família e como sem ele nada seria o mesmo! O pior cão do mundo (e o mais amoroso de todos) irá participar dos momentos mais felizes e tristes dessa família, passando por todas as situações, como a perda de um bebê e a chegada de outro, a crise pós-parto de Jenny, a mudança para uma nova casa e o crescimento dessa família.
Entre risos e algumas lágrimas, esse livro faz você entender como um animal pode tornar sua vida mais completa, e irá lembrá-lo que os melhores momentos são aqueles que muitos não dão valor.
“minha motivação não era virar um autor publicado, mas, sim, capturar o que hoje percebo ser um momento mágico da minha vida: os trezes anos que convivi com Marley. Fui levado a registrar isso no papel; capturar, congelar o tempo, antes que desaparecesse como o orvalho da manhã. À medida que eu escrevia, gradualmente percebia que a minha história não era somente a de um cachorro, ou mesmo de um casal e seu cão. Minha história era de uma família em formação.”
Agora falando da edição comemorativa que saiu ano passado pela Harper Collins, como não surtar com essa fofura... gente essa capa é simplesmente linda! Com capa dura e aquele laço e fita vermelha, nos dá uma ótima sugestão para um presente de fim de ano, além dos detalhes nas páginas e várias fotos de momentos cômicos de Marley (o verdadeiro), com uma introdução especial do autor para os fãs brasileiros.
Uma dica, se o vendedor fala que um cachorro está mais barato que os demais desconfiem, pois o cão de liquidação pode vir com algum defeito! Hahahaha. Só digo uma coisa, se você não leu está perdendo a oportunidade de conhecer a história mais maravilhosa de todas! 

sábado, 2 de dezembro de 2017

Domingão Nerd: Voldemort – Origins of the Heir

Por: Débora Farias 





E ai meus queridos nerds, tudo de boas? Espero que sim, o domingão dessa semana vem com um dos maiores vilões que conhecemos até hoje. Estou falando de Tom Marvolo Riddle, ou Lorde Voldemort, como todos conhecemos.

O filme Voldemort: Origins of the Heir (Voldemort: A Origem do Herdeiro) surgiu após uma releitura da equipe do livro O Enigma do Príncipe, onde se foi muito questionado o momento em que Tom Riddle decidiu virar Voldermort e o que aconteceu quando voltou para Hogwarts. Após muita pesquisa, estudos de contos e cenas soltas, eles decidiram montar o quebra-cabeças e criar o filme.  

A história do filme segue com a herdeira de Grifinória, Grisha Mac Laggen, que esta investigando o assassinato de Hepzibah Smith, uma descente de Lufa-Lufa. É através dessa investigação que Grisha descobre que estão praticando magia negra dentro de Hogwarts e  o mais importante, um aluno esta envolvido na prática.

Ao contrário do que muitos estão pensando esse longa não será produzido pela Warner Bros, responsável pela produção dos longas da série Harry Potter, ele será produzido por Fãs. Sim, você não está louco. Será um filme de fãs para fãs. O Máximo né?

Por isso um aviso: Anotem em seus caderninhos e agendas que no dia 13 de janeiro de 2018, será lançado o filme completo no Youtube. E VAI TER LEGENDA EM PORTUGUÊS BRASIL!! SIM! É O MÁXIMO DE NOVO!


Então sem mais delongas e com muito orgulho e muito amor, vem conferir esse trailer incrível.



sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Extraordinário

Por: Débora Farias


"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil. – Sr. Browne.”

Que presente! Que lindo presente foi ler este livro! 

August – nosso Auggie – é um garotinho de 10 anos que nasceu com um doença genética bem rara. Basicamente, essa doença causa deformidades no crânio e no rosto de quem a possui. Nesses 10 anos de vida Auggie já passou por inúmeras cirurgias estéticas para ajuda-lo a falar de forma mais clara e a respirar melhor. A vida de Auggie sempre foi uma batalha em relação a sua saúde e principalmente em relação ao convívio com pessoas além de sua família, afinal muitos só viam seu rosto e esqueciam de tentar ver quem era o August de verdade. 

A mais nova batalha que Auggie está para enfrentar talvez seja a mais difícil, nosso menino esta indo pela primeira vez para escola.

Imaginem a cabeça desse menino ao ter que lidar com essa nova realidade? Afinal, Auggie nunca estudou fora de casa, e apesar de ainda ser apenas uma criança ele sabe bem o que pensam dele e como o enxergam. Além disso, imaginem também o medo de sua família com essa nova fase?

Para toda criança o primeiro dia e até mesmo o primeiro ano em uma escola nova é doloroso. Mas para Auggie é bem mais que isso, é uma prova difícil e uma luta desenfreada para demonstrar ao mundo que ele é apenas um garotinho comum viciado em star wars e que adora brincar.

Com uma escrita leve e com curtos parágrafos a autora R.J Palacio nos mostra as inseguranças, e até os pensamentos não apenas de um garotinho, mas também das pessoas que vivem ao seu redor como : sua irmã, uma amiga da família, seu amigo da escola e o namorado de sua irmã, através de cenas cotidianas.

Extraordinário vai muito além de um rosto com deformidades, ele mostra que a deformidade real é a que o preconceito gera, que o bulliyng gera. Auggie mostrou não só a mim como a todos de sua escola e até de sua família, que a beleza real esta na doçura, na gentileza e no amor uns pelos outros e acima de tudo na fé que você pode impulsionar a si mesmo e ser feliz.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo”

Se eu pudesse daria esse livro a todas as pessoas do mundo, é um livro encantador que mostra através das palavras e da vida de um garotinho o real significado da palavra empatia.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Clássicos de Quinta: O Príncipe

Por: Cláudio Jr, Ingrid Moreira e Débora Farias



"O fim justificam os meios"

Quem nunca escutou essa frase na vida? Para os que não conhecem essa frase é inspirada no livro O Príncipe do autor Nicolau Maquiavel. E esse é o Clássico desta quinta. 

Escrito no período renascentista, em um momento crucial para a Itália enquanto nação, afinal, na época era apenas um conglomerados de cidades e nada mais. E para Nicolau isso não bastava, e por este motivo o livro O Príncipe foi criado com uma ideologia principal: Unificação.

Como é notório O Príncipe fala sobre politica. Mas de que forma? Segura ai que eu explico.

Inicialmente a obra de Maquiavel foi escrita com o proposito de presentear Lourenço de Médici, destacando pontos de vários governos de sua época e anteriores, realizando uma análise, com o objetivo de mostrar de modo real e exemplificado como um governador deveria alcançar o poder e se manter nele.

Uma curiosidade interessante é que até mesmo Napoleão estudou esse livro. É verdade eu juro! E ele não apenas leu como escreveu ima nova versão de, fazendo de O Príncipe com seu entendimento sobre os temas abordados.

Antes de encerrar essa resenha eu preciso explicar um fato bizarramente interessante. Lembram da expressão que usei no inicio dessa resenha que "O fim justificam os meios" ? Pois é, preciso avisar aos navegantes que ela não saiu do livro de Maquiavel e que esse autor que tanto pregava politica de forma até um tanto quanto filosofia, não defendia essa expressão um tanto quanto desonesta. Maquiavel não era um defensor do mal, ele só possuía uma visão pessimista sobre as atitudes humanas. Por mais que o bem exista, não podemos esquecer que  em uma questão política o extinto “mau” do homem é despertado.

"os homens são geralmente ingratos, volúveis, fingidos, covardes e gananciosos."


São tantos os detalhes e observações sobre essa  obra incrível que me perderia escrevendo, porém o melhor é dizer a todos para conferir essa obra que, sem dúvidas, vale muito a pena ter, ler e reler.