quarta-feira, 14 de novembro de 2018

A Troca




Como uma boa disney-maniaca, só de saber do envolvimento dela em algum projeto eu costumo me interessar em saber mais sobre ele. Foi assim que eu conheci o livro da autora Megan Shull, “A Troca” que inspirou um dos filmes infanto-juvenis da emissora. O ponto é que eu fui lá, bem serelepe atrás de ler o livro, e mesmo que eu não tivesse uma grande expectativa sobre ele, encarei a leitura.

Ok, eu preciso avisar que esse não é um livro para nós adultos, e com certeza isso não é novidade pra ninguém. Porém, se você tá ai sem nada pra fazer, ou é um adolescente a procura de uma leitura para passar o tempo... Pode ser que te agrade. 

domingo, 11 de novembro de 2018

Domingão Nerd: Marvel's Spider-Man, Os Vilões do Jogo


Fala meus queridos nerds tudo tranks? Hoje trouxe para vocês uma continuação da minha última resenha, onde falamos sobre o novo jogo do Spider-Man para PS4, só que com um diferencial nessa resenha vocês vão conhecer os vilões que nosso Aranha vai enfrentar no decorrer do jogo. Preparados? Então, vamos nessa!

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

O Conto da Aia


Como fã explícita e confessa de distopias, era só uma questão de tempo e oportunidade para que Margaret Atwood e uma de suas obras-primas aparecessem por aqui. A popularização da obra através da série produzida pela Hulu – The Handmaid´s Tale – com um elenco dando um show inesquecível de atuação, me compeliram a reiniciar a leitura dessa história que apesar de passar em um universo pós-apocalíptico, parece cada vez mais próximo e real do nosso cotidiano.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

A Princesa Salva a Si Mesma nesse Livro




“Aqui jazem
as cruas
não lapidadas
& na sua maioria
desarticuladas
partes da
minha alma.”

Depois de trazer aqui no blog a resenha de “Tudo Nela Brilha e Queima” eu comecei a pensar em quais outros livros como ele eu poderia resenhar para vocês aqui no Blog, e foi então que um presente caiu nas minhas mãos e eu não poderia perder essa oportunidade de vir com essa resenha e continuar a minha pequena saga pelos livros de poemas que mexem comigo de alguma forma.

“A princesa salva a si mesma nesse livro” já havia me chamado a atenção muito antes de chegar até as minhas mãos. E como vocês já devem ter notado, eu costumo consumir muito dessa poesia contemporânea, e esses novos poetas que falam de coisas do dia-a-dia, e também daquelas coisas incomodas que precisam ser faladas.