Páginas

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Cidade

Por: Ingrid Moreira 



Ninguém imagina como a vida pode ser bizarra até levarmos um tapa na cara dela né? Pois é disso que vamos falar no livro Cidade.

Escrito como homenagem póstuma à um dos maiores dramaturgos brasileiro, Nelson Rodrigues, o livro é um emaranhado de ideias compostas pelos autores Adnré Sant'Anna, Carlito Azevedo, Aldir Blanc, Veronica Stigger e Suzana Flag, complementando um capítulo construído por Nelson, no ano de 1937. O livro é passado através de flashs temporais, então não se assustem com a ordem cronológica dos fatos. A obra conta a história de Claudio, um poeta sonhador  e de sua irmã Branca, uma jovem com um espírito e "corpo" livre.

Claudio, o menino considerado por todos naquela cidade como meio estranho e abobado, deixa todos em choque ao saberem que ficou noivo da mulher mais linda daquele fim de mundo, logo depois se torna professor de literatura, e ganha um amigo, ou seja, estava começando a ter uma vida perfeita; ele não podia sonhar com mais nada. Já sua irmã Branca, é uma mulher jovem que após dar a luz a seu filho, resolve ganhar a vida na capital do Rio de Janeiro, acreditando que terá uma vida boa, e se torna meretriz na Pensão Oriente.

Mais como eu falei logo no começo dessa resenha, a vida AMA dar uns tapas na nossa cara, e Claudio recebe uma proposta um  tanto quanto inusitada e ao recusa-la, sua vida vira de ponta a cabeça... Após isso, sua vida entra numa queda livre sem fim, até que resolve procurar sua irmã Branca.

Quando peguei esse livro achei que seria apenas uma história comum, porém ao termina-lo percebi que parecia aquelas novelas super loucas onde surgem fatos do nada e que te deixa de boca aberta de como você não se tocou daquilo, ou em como o cara conseguiu te "trolhar" e virar tudo aquilo que você entendeu em algo diferente. Então... foi isso que encontrei em Cidade.

Abordando temas de sexualidade, traição, incesto, segredos familiares, vingança, amor, entre outros, temos uma história rica em diversidade e complexidade, onde encontramos vários fios de informações e ao longo da trama vamos realizando as conexões e descobrindo como um ponto vai ligando a outro.

Só digo uma coisa meus caros leitores, você ficará de queixo caído quando souber o final dessa história e os segredos e bizarrices que ela te prepara!!

Um comentário:

  1. Ganhei um livro de Nelson Rodrigues e ele ficou mais de um ano guardado mas quando comecei a ler gostei muito. Nelson é instigante por justamente descrever a vida cruamente, como ela é. Gostei da resenha, vou ler! Bjs!

    ResponderExcluir