Páginas

quinta-feira, 30 de março de 2017

As 15 leis do crescimento

Por Ingrid Moreira



Muitas pessoas tem preconceito com livros de autoajuda, pois acham são apenas para se ler quando a pessoa tem algum problema, ou é um “retardado” que não sabe lidar com as suas coisas, enfim, muitos estereótipos que não podem ser nossa base de conhecimento.

Posso dizer que adoro Augusto Cury e também o livro do Código de um Cavaleiro que é uma ótima obra que nos ensina sobre valores e as vezes coisas de deixamos passar despercebidos. E é com base nisso que eu trouxe esse livro, As 15 leis do crescimento de John C. Maxwell, nos mostra como ir crescendo de forma positiva, sem desistirmos das metas que colocamos em nossas vidas.

Um trecho que adorei e representa uma dificuldade critica na minha vida e tenho certeza de que em boa parte que está lendo isso aqui kkkk
“APENAS FAÇA
Nós o ouvimos quase todos os dias: “tsc,tsc,tsc..”
Eu realmente não tenho motivação para...(PERDER PESO, medir minha taxa de glicose, etc.) E então ouvimos os suspiros dos profissionais de saúde que não conseguem motivar seus pacientes a fazerem a coisa certa [...]”

Hahahah Adorei esse trecho, porque às vezes somos realmente assim, começamos algo, e do nada perdemos a motivação, o animo, e nós não deveríamos parar; deveríamos colocar mais força e lutar para alcançar aquele objetivo, não só para ter uma vida mais saudável, mas também para você se sentir pleno por ter conquistado aquilo que almejava.

 Uma das leis trabalhadas no livro é a do autoconhecimento, fala da importância de nos entendermos, de nos conhecer profundamente para sabermos os passos que daremos a seguir, pois se você não sabe por onde está andando, como saberá que caminho tomar logo a frente? Ri muito nesse trecho, o cara usou até matriz SWOT para aplicarmos em nossas vidas hahahha (administradores entenderão).

“Para crescer é preciso se conhecer: suas forças e fraquezas, interesses e oportunidades”.

Com conhecimentos que podemos aplicar em nosso dia a dia e como podemos aprender a nos valorizar, nos esforçar e entender que as vezes é preciso “passar por um deserto” para podermos crescer.


No final de cada capitulo, ele insere algumas perguntas para nos fazer refletir sobre as dicas que acabamos de adquirir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário