sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Inquebrável




“Acho que sentir-se completo é ainda melhor do que se sentir perfeito.”

Vocês devem se lembrar da resenha de Imperfeito, que eu fiz aqui e compartilhei com vocês o quanto me emocionei, e os litros de lágrimas que derramei por Daniel e sua história incrível, que foi escrita por Robson Gabriel de forma forte e igualmente doce.


Agora, imaginem o meu estado ao terminar de ler a segunda parte dessa história em Inquebrável? DESTRUÍDA. Essa foi à palavra que me descreveu durante toda a leitura.

Como vocês sabem aqui no Um livro, por favor? nós não damos Spoiler, mas eu queria muito contar pra vocês cada cantinho desse livro. E por mais que eu queira PROMETO QUE NÃO FAREI.

A história de Dan continua, depois do final dramático de Imperfeito, com uma grande jornada de autoaceitação e descoberta, recheada de conflitos. Dessa vez não são só os problemas dele que nos atingem, mas também os de vários outros personagens, o que tornou o livro um pouco mais intenso com ceteza.

A escrita do Robson também cresceu junto com a história, e o que mais me deixou feliz nisso foi à possibilidade de enxergar não só o lado do Daniel, mas também o lado de Andy, já que ele também tem parte da narração desse segundo livro. Senti falta do Bernardo, admito, mas fiquei feliz mesmo assim.

Eu realmente gostaria de falar mais sobre esse livro, mas eu não consigo achar palavras suficientes pra dizer a vocês como essa história me marcou, e me fez feliz. Isso juntamente com o fato de ter me ensinado e mostrado o quanto o amor e a amizade são as coisas mais importates que podemos ter nas nossas vidas. (To bem emotiva me acode gente!)

Então, leiam esse livro porque ele vale cada sorriso e cada lágrima. 



Um comentário:

  1. Ai que coisa mais linda essa resenha? Obrigado pelo carinho! Fico feliz que "Inquebrável" tenha te tocado <3

    ResponderExcluir