quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Para depois que eu partir


“Ninguém deveria levar tanto tempo para experimentar uma coisa tão bela e acessível. Infelizmente, foi preciso um câncer, que está me matando, para perceber isso.”
Sabe aqueles livros que te trazem a realidade, aquela que muita das vezes nos esquecemos? Então aqui teremos esse tapa na cara. A história real de uma mulher que teve câncer e estava em estado terminal, mas ao invés de pensar só na doença ela decidiu deixar memórias para sua filha. Como uma menina poderia crescer sem a mãe? Aqui ela nos conta as cartas que escreveu para vários momentos da vida da menina, incluindo os vídeos e gravações e como ela lutou no estágio IV da doença.
Ela terminou de escrever pouco antes de morrer, mas através das páginas vemos o amor incondicional de uma mãe por sua filha e tudo que ela fez para que sua pequena pudesse aprender com a mãe mesmo após sua morte. Além de vivenciarmos a realidade da doença, como ela enfrentou os dias bons e maus, e como amigos e familiares se tornaram pessoas únicas em sua vida.
Gostei da crítica apontada pela autora no quesito de conscientização, pois muitas pessoas só lembram do câncer de mama o Outubro rosa, mas e os outros meses? E os outros tipos de cânceres? E as pessoas que mesmo com quimio e outras drogas não conseguem se livrar dessa doença? A conscientização só atinge aqueles que mesmo com a doença conseguem vencê-la, mas e as que não podem?
Às vezes nós só pensamos nessa doença quando temos um movimento para participar, mas quando tudo isso passa deixamos para lá. Quando acontece um caso perto de nós passamos até a querer saber o que é o câncer e como ele afeta uma vida, uma família... Mas as vezes, isso passa também.
Então esse livro é mais do que uma doença e a luta contra ela, é uma lição de vida, mais do que letras no papel temos uma mulher que não deixou uma notícia determinar o fim de seus dias, e passou a mostrar que o mais importante é VIVER, e ao lado das pessoas que você ama. Nada de pensar no futuro, somente no agora.

“Se você quer fazer alguma coisa, faça-a agora. Você pode ser devorada por um urso amanhã. Não existe momento perfeito para fazer o que quer que seja na vida. Não há razão para esperar. Vá e faça.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário