sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Extraordinário


"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil. – Sr. Browne.”

Que presente! Que lindo presente foi ler este livro! 

August – nosso Auggie – é um garotinho de 10 anos que nasceu com um doença genética bem rara. Basicamente, essa doença causa deformidades no crânio e no rosto de quem a possui. Nesses 10 anos de vida Auggie já passou por inúmeras cirurgias estéticas para ajuda-lo a falar de forma mais clara e a respirar melhor. A vida de Auggie sempre foi uma batalha em relação a sua saúde e principalmente em relação ao convívio com pessoas além de sua família, afinal muitos só viam seu rosto e esqueciam de tentar ver quem era o August de verdade. 


A mais nova batalha que Auggie está para enfrentar talvez seja a mais difícil, nosso menino esta indo pela primeira vez para escola.

Imaginem a cabeça desse menino ao ter que lidar com essa nova realidade? Afinal, Auggie nunca estudou fora de casa, e apesar de ainda ser apenas uma criança ele sabe bem o que pensam dele e como o enxergam. Além disso, imaginem também o medo de sua família com essa nova fase?

Para toda criança o primeiro dia e até mesmo o primeiro ano em uma escola nova é doloroso. Mas para Auggie é bem mais que isso, é uma prova difícil e uma luta desenfreada para demonstrar ao mundo que ele é apenas um garotinho comum viciado em star wars e que adora brincar.

Com uma escrita leve e com curtos parágrafos a autora R.J Palacio nos mostra as inseguranças, e até os pensamentos não apenas de um garotinho, mas também das pessoas que vivem ao seu redor como : sua irmã, uma amiga da família, seu amigo da escola e o namorado de sua irmã, através de cenas cotidianas.

Extraordinário vai muito além de um rosto com deformidades, ele mostra que a deformidade real é a que o preconceito gera, que o bulliyng gera. Auggie mostrou não só a mim como a todos de sua escola e até de sua família, que a beleza real esta na doçura, na gentileza e no amor uns pelos outros e acima de tudo na fé que você pode impulsionar a si mesmo e ser feliz.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo”

Se eu pudesse daria esse livro a todas as pessoas do mundo, é um livro encantador que mostra através das palavras e da vida de um garotinho o real significado da palavra empatia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário