quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Clássicos De Quinta: Top 5 Livros Que Salvaríamos Em Um Incêndio.





O clássico de hoje é um pouco diferente do que estamos acostumados. Hoje, vamos fazer uma pequena lista com os nossos “Clássicos que salvaríamos em um incêndio”.

Sabe aqueles livros que nós amamos e não conseguiríamos viver sem? Bem, nós fizemos uma pequena listinha pra vocês conhecerem 5 dos NOSSOS livros que não conseguimos viver sem.


  •           O Morro dos Ventos Uivantes – Emily Brontë

O primeiro livro é apenas uma das histórias que se tornou a favorita de muita gente depois que apareceu em Crepúsculo, como livro favorito da Bella. Porém, antes disso apesar de pouco conhecido aqui no Brasil, O Morro dos ventos uivantes já era um livro especial e um dos grandes ícones da literatura inglesa. O romance protagonizado por Heathcliffe e Catherine não trata apenas de amor, mas principalmente de vingança e mostra que diferente de muitas histórias, mocinhos e mocinhas também podem ser egoístas, e guardar rancor e ódio no coração fazendo com que nós enxergássemos que nossos heróis não precisam ser perfeitos.

  •          Persuasão – Jane Austen.

Não tinha como ter uma lista de clássicos nesse site sem que Jane Austen tivesse lugar nela. Persuasão foi o último livro escrito pela autora, e ele nos traz a história de Anne Elliot que precisa lidar com seus sentimentos e arrependimentos pelas escolhas que fez no passado, ao se mudar e ter a presença constante de Frederick Wentworth, o homem por quem é apaixonada desde sua juventude. Apesar de todas as cordialidades exigidas na sociedade da época, Anne sabe que por mais que adie, não pode fugir das consequências de suas escolhas.

  •          O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald

Essa é de longe uma das histórias mais românticas que eu já li, mas não deixa de fazer com quem a gente tenha sentimentos fortes e perturbadores durante a leitura. Para quem gosta de uma leitura mais lenta, detalhista e com personagens cheios de segredos à serem descobertos, já aviso: esse é o livro que tem tudo isso! A história de amor de Jay Gatsby e Daisy é contada por Nick Carraway – primo de Daisy - que se muda para uma pequena casa vizinha a de Gatsby e acaba tendo uma visão privilegiada de toda a história.



  •          O Senhor dos anéis - J. R.R. Tolkien

Acredito que todo mundo conheça bem essa história que é uma das trilogias literárias e cinematográficas mais amadas pelo mundo. Ele é o sucessor de outro livro incrível do autor chamado, O Hobbit. Acho que ninguém conhece né? Haha. O Senhor dos Anéis conta a história da jornada de Frodo Bolseiro, que depois de uma “brincadeira” de seu tio Bilbo Bolseiro ( O Hobbit, do primeiro livro), que vai embora em busca de uma aventura, deixando pra ele seus bens e um precioso anel que era mais do que ele poderia imaginar, e junto com Sam, Pippin e Merry, Frodo vai em uma viagem para além das fronteiras do Condado para entregar esse anél aos elfos.

  •          Jane Eyre – Charlotte Brontë

Só por ser escrito por uma das irmãs Brontë é meio impossível esse livro não ser incrível. A obra conta a história da Jane uma garota que desde cedo passou por momentos difíceis morando com sua tia. Após um confronto Jane é enviada a um colégio de moças e lá estuda e se forma como professora. Formada e pensando em trabalhar, Jane chega Thornfield Hall como professora de Ádele, tutelada do senhor da casa, Edward Rochester. Com uma sintonia perfeita Jane se apaixona por Edward, só que nem tudo é perfeito né? Um segredo revelado desestrutura não apenas uma confiança como um futuro. Cheio de reviravoltas, podemos dizer que Jane Eyre é um romance revolucionário para a época, onde uma mulher trabalha, tem voz ativa e o poder de decidir seu futuro.


Obviamente que se fossemos escrever todos os livros que salvariamos aqui nunca mais acabaríamos essa lista, então esses cinco exemplares representam muito bem nosso amor pelos romances clássicos, além de deixar pra vocês grandes livros como dica de leitura pra uma vida inteira. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário