quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Clássicos De Quinta: A Aventura Do Pudim De Natal


Na busca por um bom livro para  iniciar 2018 com o pé direito, acabei encontrando um clássico da nossa rainha do crime Agatha Christie, que traz um título ligado ao nosso último período festivo, e preciso confessar que ela sempre trouxe consigo títulos maravilhosos, como: Cai o pano, Casa torta e Não sobrou nenhum.

Uma das coisas que me surpreende na escrita de Agatha são os detalhes, e é incrível como todos os crimes e os personagens são bem construídos. Esse livro é uma junção de seis contos, um sendo um da nossa adorada senhorinha Miss Marple e os demais do famoso detetive Poirot.

Hércules Poirot é um detetive elegante, com aquela fama de arrogante, porém extremamente estratégico e inteligente, consegue resolver os casos de uma forma tão incrível que sempre no fim de cada conto eu dizia "não acredito nisso". Usando a psicologia humana, ele irá nos deixar de queixo caído com seu método não muito convencional.

Miss Marple é uma senhora que atua como uma espécie de aprendiz de detetive, ela usa de seus conhecimentos e lógica para desvendar os mistérios que surgem pelo caminho. Embora muitos a achem meio louca, ela possui uma mente afiada e usa suas analogias, nos deixando vidrados na história.  

Nos cinco contos que o detetive Poirot é apresentado, veremos diversos crimes, como o caso do roubo da joia real que pode causar problemas no futuro casamento de um príncipe africano; ou a história do corpo encontrado dentro do baú espanhol que surge na manhã seguinte de uma festa; até mesmo um homem de negócios esquentadinho que foi assassinado com um peso de papel; ou a morte repentina de um velhinho que adorava pedir a mesma comida no restaurante sempre às segundas e quintas; somado há um possível suicídio (ou não) de um homem que sonhava com a própria morte. Sem contar com o último conto de Miss Marple, onde uma senhora excêntrica é assassinada com uma flecha.

Uma escritora que carrega em seu nome uma bagagem de histórias cheias de suspense, aventuras, crimes envolventes e complexos, detetives icônicos, somado a um enredo bem estruturado que se torna impossível para o leitor desgrudar das páginas. Particularmente, sou apaixonado por essa maneira "irônica" da autora ao colocar seus títulos.


Então fica a dica e boa leitura!



                                                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário