domingo, 28 de janeiro de 2018

Domingão Nerd: Resenha do filme Voldemort: A Origem do Herdeiro




Fala, meus queridíssimos nerds, tudo beleza?

A semana foi lotada de novidades do nosso universo favorito, mas na coluna de hoje escolhi falar um pouquinho de um filme que vi esses dias. Algo que foi feito por fãs e para fãs, mas com uma pegada totalmente profissional! Ainda não sabem do que eu estou falando? Ninguém menos que Lorde Voldemort, ou “Aquele Que Não Deve Ser Nomeado” em Voldemort: Origins of the Heir (Voldemort: A Origem do Herdeiro).


A trama se passa em duas linhas temporais: a primeira, durante uma invasão à uma base secreta soviética com o objetivo de recuperar o diário de Tom Riddle, comandada por Grisha McLaggen, ninguém menos que a herdeira de Griffindor. Ao ser capturada ela começa a contar, de fato, toda treta do filme.

A segunda se passa durante os flashbacks de Grisha enquanto conta ao seu captor sobre os ditos herdeiros dos fundadores de Hogwarts (Godric Griffyndor, Rowena Ravenclaw, Helga Hufflepuff e Salazar Slytherin). No filme vemos uma nova realidade em que é possível enxergarmos esses  quatro jovens como os herdeiros de cada uma das famílias de fundadores.

Em cada cena do filme podemos ver que Tom não queria apenas ser um grande bruxo, ele queria ser o melhor bruxo do mundo e é ai que percebemos a ambição dele virando maldade, e a maldade, desumanidade.  

Uma cena que eu particularmente achei incrível e que deveria ter aparecido em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, é a morte de Hepzibah Smith, uma descente de Lufa-Lufa. É possível vermos de forma clara que Tom está se tornando Lorde Voldemort e em busca da imortalidade. 

Durante o desenrolar do filme, também notamos uma certa "paixão" de Grisha por Tom e que que o herdeiro de Sonserina não estava lá muito animado com isso. A famosa paixão platônica. A história também fala brevemente sobre alguns personagens icônicos da série Harry Potter, como Dumbledore, Grindelwald e Igor Karkaroff. 

Outro ponto positivo do filme é o fato dos efeitos especiais estarem muito bem realizados. Os efeitos para os feitiços fizeram grande diferença. Essa foi uma das produções mais bem feitas e com gostinho de quero mais que os fãs da série Harry Potter já produziram. Agora é torcermos por mais filmes como estes para sabermos mais sobre a antiguidade do mundo bruxo e, principalmente, sobre a primeira grande guerra bruxa.

Detalhes sobre o filme: 
Nome: Voldemort: Origins of the Heir (Voldemort: A Origem do Herdeiro)

Visualização: Youtube no canal da TRYANGLE FILMS - disponível em inglês, mas com legendas em: alemão, inglês, português, espanhol e italiano.

Duração: 55 minutos.

Produção: Independente. Nada de Waner!

Bem então é isso meus queridos, até a próxima. 

Um beijo, um queijo e tchau!




Nenhum comentário:

Postar um comentário