domingo, 25 de fevereiro de 2018

Domingão Nerd: FullMetal Alchemist - Live Action






Recentemente, a Netflix adicionou ao seu catálogo de filmes o Live Action de FullMetal Alchemist, e como esperado decidi trazer minha opinião sobre ele para o domingão nerd de hoje. Numa parceria da Netflix com a Warner tivemos o prazer de ver a adaptação de um anime considerado um dos favoritos de muitos  amantes do universo otaku.

Para quem não conhece muito bem a história vou tentar resumir aqui: Edward e Alphonse Elric são dois irmãos com talento para alquimia (onde eles podem controlar matéria através do uso do símbolo alquímico) que usam da transmutação humana para tentar ressuscitar sua mãe; porém a tentativa não dá certo. Durante o processo algo dá errado – ou não exatamente -  e Edward acaba ficando sem a perna esquerda, em troca de uma pequena visão sobre a verdade e seu irmão Alphonse não retorna do “Portão da verdade”.  É nesse momento que damos de cara com a regra da troca equivalente, e Ed só consegue trazer alma do irmão de volta, dando em troca seu braço direito, e o coloca em uma armadura de ferro, prometendo encontrar a misteriosa pedra filosofal para trazer o corpo de Al de volta.

Então Ed irá fazer de tudo para encontrar a pedra, se tornando um Alquimista Federal para ter acesso a informações. E junto de seu irmão embarcar em várias aventuras para chegar em seu objetivo.

Como já imaginávamos não é aquela superprodução Holliwoodiana, com efeitos maravilhosos e blábláblá, mas não podemos dizer que o filme é uma perda de tempo. É claro que a duração do filme não daria para contar toda a história do anime, mas eles conseguiram resumir bastante à história... e pelo que parece dá a entender que terá continuação, o que por mim poderia virar uma série inteira! mas como nem tudo é perfeito sempre teremos uns furos de cenas que não colocaram, personagens que não apareceram (como o Armstrong), e diversos outros fatores.

Eu ri um bocado da tentativa da produção de colocar a trança no personagem do Ed... sério você conseguia ver nitidamente que era um aplique hahaha, mas quando você começa a se concentrar na história acaba esquecendo esse detalhe. Outro ponto interessante é sobre a filha do Shou Tucker, Nina, quando ele usa a filha para seus próprios objetivos; foi uma das cenas que mais me impressionou no live action, por dar mais drama talvez que no anime, nos faz voltar a aquela vontade de socar o cara quando vimos a cena no anime.

Então para os que assistiram o anime eu digo: assistam sem medo, mas sabendo que não é uma produção cem por cento fiel a todos os aspectos do anime/mangá. E aos que não conhecem: O que você tá esperando para por esse anime na sua lista?

Até o próximo Domingão Nerd galera.




Nenhum comentário:

Postar um comentário