quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Clássicos de Quinta: Veronika Decide Morrer





"No dia 11 de novembro de 1997, Veronika decidiu que havia - afinal! chegado o momento de se matar. limpou cuidadosamente seu quarto alugado num convento de freiras, desligou a calefação, escovou o dente e deitou- se."

Toda a trama já começa mostrando o pensamento da personagem diante do desejo de se suicidar, e achei bonitinho por mais pesado que seja o tema, não me entendam mal, ok? Mas digamos que ela foi poética, mais nem para se matar ela foi boa, ou será que foi sorte mesmo? acredito que sorte.

O que achei bem interessante antes de desenvolver minha critica ao livro, é que primeiro ele tem um tema pouco visto na literatura em geral, e que toda a história e muito bem desenvolvida, sem toda aquela filosofia geralmente encontrada em livros do Paulo Coelho, inclusive indico a quem nunca leu nada do autor e gostaria de iniciar. A escrita  se baseia um pouco nas experiências passadas pelo autor, ele em textos mais suaves nos faz mergulhar na vida de Veronika.

Veronika é uma menina jovem, bonita, cheia de vida pela frente, porém decide dar fim a tudo. E no dia 11 de novembro de 1997, ela está determinada a por fim a sua vida e toma vários comprimidos, o que faz com que ela desmaie. Porém, ao acordar percebe que em vez de ter morrido ela esta em um sanatório, e graças a quantidade de remédios tomados sua saúde fica prejudicada, e ela só tem uma semana de vida.

É ai que a menina que antes estava determinada a pôr fim em tudo, fica balançada com a realidade dessa notícia.

O incrível em tudo isso é ver, no decorrer dos acontecimentos, os pacientes tornando-se amigos dela e fazendo-a ver a vida de outra forma, ela vai se tornando alguém diferente, e que quer lutar por sua vida. Essa é realmente uma história linda, e eu poderia dizer muito sobre o livro, mais prefiro que todos tenham a experiência de ler, e sem duvida admirar tudo o que ele é capaz de passar aos leitores.

Fica a dica e boa leitura!


Nenhum comentário:

Postar um comentário