quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Tudo Nela Brilha e Queima - Poemas de Luta e Amor





“eu sou um monte de
constelações
brilhando e ardendo
mas nem todo mundo
sabe ver

ou só vê a parte que arde
ou só vê a parte que brilha”

Livros de poemas sempre me encantaram desde a escola, por muito tempo me senti muito mais representada e acolhida por aqueles pequenos – ou grandes – textos versados que conversavam comigo de forma completamente diferente, mas sem deixar de ter o mesmo impacto que uma história inteira de trezenas páginas poderia ter. Nunca deixei os poemas para trás, mas durante um tempo não me apeguei tanto a livros inteiros, até conhecer Ryane Leão e seu primeiro livro “Tudo Nela Brilha e Queima”.

Esse é o livro de estreia da Ryane, porém ela esta longe de ser uma aventureira com as palavras. Há dez anos ela já se dedica a escrever seus poemas em blogs pela internet – sete no total – e é dona da página “Onde Jazz meu Coração” (@ondejazzmeucoracao) no Instagram, onde ela posta o que, meu povo? POEMAS lindos e extremamente inspiradores, inclusive indico. 

Nesse livro, nós não temos uma mocinha sofrida, que se apaixona por um cara e eles começam uma história de amor cheia de reviravoltas e percalços que nos surpreendem a cada página. Porém, os sentimentos de aperto no coração e identificação são muito maiores. Porque através de cada poema, nós nos vemos como as protagonistas, mocinhas e principalmente as donas das vozes que a autora nos deu nesse livro.

Os livros com poemas que falam sobre feminismo e empoderamento já não são mais novidade, mas sem dúvida alguma eles sempre serão bem-vindos. Mas o caso, é que nesse livro,  “Tudo nela Brilha e Queima”, conseguimos ver algo a mais. Ele trás uma proximidade, que faz com que a gente se identifique, não com um ou dois dos poemas, mas com todos! Cada um deles é uma onça cutucada com vara curtíssima no coração, e talvez eu tenha chorado um pouco enquanto lia o livro pela primeira vez.

Desde a dedicatória, eu senti aquele arrepio bom que sempre me pega quando eu sei que um livro vai “arrasar” comigo. E foi exatamente o que aconteceu, ler esse livro me fazer repensar, pensar e recriar muitas das minhas perspectivas sobre mim.

Vocês ainda lembram que eu sou a chorona nesse barco furado aqui, né? Mas dessa vez não sei mesmo se eu conseguiria passar por essa obra sem derramar uma lágrima. Principalmente por tudo o que esse livro me fez sentir e pensar sobre mim mesma, por aquilo que ele me fez encarar e muitas das coisas que eu nem sabia que tinha jogado para de baixo do tapete durante os anos.

“Tudo nela Brilha e Queima” é um daqueles livros obrigatórios na mesinha de cabeceira, sabem por que?

Porque a cada leitura uma nova experiência e um novo ser nasce dentro de quem lê. Por muitas vezes eu me senti ferida, curada e revigorada pelo mesmo poema apenas por ter o lido em momentos diferentes.

Infelizmente eu não tenho a versão física do livro, mas não faz mal nenhum levar ele pra todos os lados dentro da bolsa não é? (AMÉM kindle!)

Vocês pegaram bem o tamanho do poder contido em tão poucas palavras, já que a maioria dos poemas são curtos, mas que por outro lado transbordam sentimento e ensinamentos para quem quer que esteja precisando? Não importa se a necessidade é de um tapa na cara ou um afago no coração.

Essa resenha é quase um desabafo de amiga, e eu juro que se vocês embarcarem na minha dica, não vão se arrepender, nunca.



Nenhum comentário:

Postar um comentário