terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Que Bom Pra Você






Importante!! Se você não leu os livros anteriores, por favor, clique nas resenhas aqui: “Entrelinhas” e “Onde está você” para não ganhar spoliers e ficar magoado comigo!

Sobre esse livro: Honestamente eu não imaginava amar tanto.

Finalmente chegamos ao terceiro livro da série divosa “Entrelinhas”, e em “Que Bom Pra Você” conheceremos um outro lado do nosso ator metido Reid Alexander, mas um lado que só vai aparecer depois que ele conhecer uma tal voluntaria trevosa chamada Dori.

Após os acontecimentos dos livros anteriores, nosso astro está pior que nunca, mais inconsequente e bem mais imprevisível. Se entregando a noitadas e muitas bebedeiras e como toda ação tem uma reação nosso menino prodígio vai fazer tanta besteira que terá contas a pagar com a lei, e como nosso garoto tem um bom advogado/pai ele terá apenas um bom tempo de serviço comunitário.

Dori é a tipica menina perfeita – pelo menos a vista de todos –, filha de pastor, nossa garota é inteligente, alegre e dona de um coração grande. Ela é uma das melhores voluntárias da instituição que trabalha, e é justamente por isso que ela, apenas ela, fica responsável por cuidar de um ator desajuizado. 

Que perrengue, não? Nem sempre, as vezes são nesses caminhos mais tortos que encontramos redenção.

Quando Reid chega ao seu trabalho comunitário com a sua mente pequena, ele realmente imaginou que ficaria lá na boa sem fazer nada. Mas ele não sonhava que sua chefe seria mandona, bem certinha e principalmente que levaria a palavra trabalho a sério.

Dori veio mostrar a Reid para o que veio, trabalhar. O que ela não imaginava é que ele também a mostraria que mesmo com seus fantasmas a vida ainda existe e merece ser vivida de forma plena e feliz.

Tammara Webber veio de novo nos deixar ensandecidos nesse livro, em “Que Bom Pra Você” nós falamos de redenção, perdão e amor.

Nosso menino problema aprenderá o valor do trabalho e o valor das pessoas, e principalmente que mesmo com seus fantasmas ele merecia perdão. Já a nossa garota vai aprender que não são só nossas culpas e demônios que nos fazem hipócritas e culpados pra sempre, que existe redenção. E é nessa "não busca pela vida" que nosso casal descobrirá que é só o amor os fará libertos.

"Eu descarreguei minha alma. Joguei para ele o peso do meu segredinho sujo. Ele não precisa carregá-lo para sempre"

Eu amo a escrita dessa autora, mas nesse livro eu acho realmente que ela se superou, mesmo entre os livros dessa série. Foi lindo de ler cada capitulo e cada insegurança e esperança desses dois. A escrita intercalada nos permitiu entender como cada um pensava e funcionava, e isso sempre me encanta.

Mas confesso que eu acho que o que me ganhou nessa história toda, foi o fato dela conseguir me fazer amar Reid, e olha que eu não gostava dessa criatura até esse livro. E eu sou grata a ela por isso, não gosto de ter ranço de personagem kk

Bem eu finalizo essa resenha indicando esse livro, ou melhor essa série para todos. E pedindo aos céus que a Verus publique logo o quarto livro porque eu estou em cólicas para ler!

Nenhum comentário:

Postar um comentário