terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Declarar






A Série Espiral do Desejo tem sido uma grata surpresa entre a literatura hot publicada no Brasil. Trazido pela Editora Paralela, este é o terceiro volume, “Declarar”, precedido por “Desejar” e “Despertar”.

Olivia e Dean West passaram por muitos percalços até aqui e o casamento ainda está muito fragilizado. Dean foi trabalhar em uma escavação na Itália, tentando preservar sua carreira acadêmica de um escândalo que se anuncia. Olivia ficou em Mirror Lake e os dois são obrigados a conviver com a distância, algo que desconheciam desde que se apaixonaram. Mas, como este é o livro que mais nos mostra o progresso emocional dos dois, a distância fez mais bem do que mal ao casal. Os dois passaram a relembrar o período de namoro e Dean corteja novamente sua esposa – pausa para se abanar -, enquanto ela finalmente parece ter encontrado sua verdadeira vocação.

Este é o livro mais sexy e explícito até agora, com uma grande quantidade de cenas de sexo, algo que os anteriores não tiveram, mas sempre há tentativas de colocar contexto e propósito. A narrativa de Nina Lane continua praticamente impecável e nosso casal se esforça para trabalhar as questões de comunicação, confiança e parceria que quase os levaram à separação. Foi bom ler que a autora aproveitou a “fase boa” dos dois sem esquecer os problemas apontados nos volumes anteriores. Não apelou para nenhuma solução mágica, ou mudanças bruscas de personalidade para justificar o amadurecimento dos dois.

Dean continua super protetor em relação à Olivia, que também não se transformou numa mulher independente da noite para o dia – e tive medo disso, pois é um recurso pobre ainda muito utilizado. Mas, até aqui, Nina Lane não me decepcionou. Os dois dialogam e deixam de ter segredos, uma tentativa de preservar um ao outro que foi explorada nos volumes anteriores e que já tinha se provado falha. Finalmente, temos um relacionamento muito mais equilibrado. 

Uma personagem mesquinha e fútil é a força motriz por trás da tensão principal que move a historia. Outro personagem a acompanha e consegue ser ainda mais terrível. Podem se preparar pra passar muito ódio por conta deles e de suas tentativas de destruir Dean e Liv. Uma figura do passado de Olivia retorna e não alivia em nada o nervoso que já estamos passando junto com o casal. Os capítulos alternando as narrações deixam os sentimentos e motivações dos protagonistas às claras. Esta foi uma característica boa e ruim da história, pois se por um lado os dois cresceram emocionalmente, por outro, os sentimentos de saudade e a libido do casal pareceu excessiva. Porém, quem é que lê romances buscando a vida real, não é  verdade?

Para os fãs do casal como eu, é uma pena que a Editora Paralela tenha decidido encerrar a publicação aqui, o que gerou um apanhado de pontas soltas. Não consigo entender os motivos para deixarem QUATRO VOLUMES sem chegar às mãos dos brasileiros, a não ser que a questão econômica tenha pesado. Torço e muito para que estes três volumes vendam mais e que os fãs façam barulho o suficiente para obrigar a editora a rever essa decisão. Não é sempre que encontramos um romance hot com esta qualidade!


Nenhum comentário:

Postar um comentário