sexta-feira, 28 de junho de 2019

A Cinco Passos de Você




Sabe aquele livro que você já sabe que vai doer no seu coração, mas que ao mesmo tempo vai te ensinar alguma coisa nessa jornada que chamamos de vida? Bem, esse é um desses livros. Sejam bem-vindos ao romance  "A cinco passos de você".

"Estou cansada de não viver de verdade. Cansada de viver desejando coisas. Há muito na vida que não podemos ter. Mas podemos ter isso. Eu sei que sim."
Stella é uma adolescente que desde seus seis anos luta pra sobreviver, ela tem fibrose cística - uma doença que causa o acúmulo de muco nos pulmões e em outras áreas do corpo - basicamente nossa garota é uma lutadora. Com uma personalidade doce, ela é extremamente organizada com tudo em sua vida, principalmente seu tratamento. Stell carrega uma carga muito pesada e invisível para muitos, tendo apenas uma meta pra tentar "reduzir" essa carga: sobreviver.
Todo jovem que possui a doença tem um único objetivo: sobreviver para conseguir pulmões novos e ter mais tempo. E para Stella não é diferente, bem, isso até Will aparecer ...
Will é o tipico adolescente rebelde. Gato, mas rebelde. Ele também possui Fibrose Cística, mas com uma dificuldade a mais: ele contraiu uma bactéria chamada B. Cepacia, e graças a ela a expectativa de vida dele se tornou ainda mais reduzida. Tudo isso somado ao fato de que o nosso garoto não tem mais chances de ser transplantado, sinistro né?
A vida desses dois se cruza quando nossa garota é encaminhada ao hospital com dor de garganta e febre e Will é encaminhado ao mesmo hospital para participar de um tratamento experimental para combater a B. cepacia.
Pacientes com fibrose cística não podem ficar próximos um do outro para que não haja risco de troca de bactérias. A regra básica para que eles "convivam" é a de que mantenham seis passos de distância uns dos outros. É isso ai mesmo que vocês leram, seis passos. Guardem essa regra!! No decorrer da história vocês entenderam o motivo, mas não falarei aqui #nospoilers
No momento que se conhecem Stella despreza Will automaticamente, o classificando como irresponsável, e ele se vê interessado em saber mais sobre quem era aquela mandona controladora. Como previsto as faíscas que esses dois despertaram com poucas palavras e uma troca de olhares não acabaria ali.
A Fibrose Cística já havia tirado muito deles, mas eles não permitiriam que ela destruísse o único sentimento que de um jeito torto ela gerou, o amor. Um amor puro e simples entre dois jovens impossíveis um para o outro.
É impossível largar o livro quando se começa, a autora Rachael Lippincott, foi muito feliz ao criar os capítulos alternados nos dando a visão dos dois de tudo que estava acontecendo, um ponto que eu particularmente adoro. Outro ponto muito forte, além do estudo minucioso sobre a doença, foi a forma como a autora Rachael nos apresenta os personagens secundários, eles são adoráveis e incríveis e principalmente ativos na história.
Os amigos de Will e Stella são partes importantes da trama, isso sem contar com cada um daquele hospital. Mas um deles roubou meu coração, Poe, eu te amo, você é o melhor amigo do mundo!
Finalizar essa resenha me rendeu algumas lágrimas, confesso. Mas acima da dor no coração e dessas lágrimas traiçoeiras ficam as lições. A vida é um sopro e deve ser aproveitada e valorizada até em pequenas coisas. O amor consegue mover mundos, mudar  vidas e nos ensina que mesmo através de sacrifícios dolorosos, ele esta presente.
Então pessoas, eu indico esse livro para todos, porque mesmo que lhe rendam lágrimas, ele vai te ensinar e muito sobre a vida.



Nenhum comentário:

Postar um comentário